1.05 The Stanley Parable

Você acorda na sua sala aonde trabalha todo dia e inesperadamente não há ninguém visível no seu trabalho e uma voz começa a falar na sua cabeça. Uma voz, ou narrador, que começa a te questionar, te indicando aonde deve ir para resolver o problema. E aí entra a grande sacada de The Stanley Parable  (STP). Você pode obedecer cegamente ao narrador, e o mesmo irá ironizar a sua vida como um pau mandado que não sabe fazer nada que não seja mandado. Você pode não obedecer o narrador, e ele irá satirizar a sua vida, te mostrando que muito do que você pensa não é muito consistente.

Com esse obedecer e não obedecer, temos um “walker simulation” (simulador de andar) bem surpreendente e não linear, com mais de 18 finais distintos. Os finais podemser alcançados apenas sempre pegando um caminho novo a cada “recomeço”, ou para aqueles que não possuem uma memória boa, podem usar um fluxograma que ajuda, tal qual o da imagem abaixo:

stanleyparableflowchart
(clique na imagem para ampliá-la)

Ou vistos nesse vídeo:

Outro fator interessante é, que com o tamanho do sucesso, o jogo dota 2 criou um pacote de narração com narrador do The Stanley Parable. Para quem curte, fica a dica e um vídeo da zoeira:

O jogo em si possui gráficos simples, sendo criado a partir da engine source. Porém esse seria o “único” ponto negativo do mesmo, se é que pode se considerar negativo. Algo interessante também são as conquistas, sendo exemplos:

  • Bater em uma determinada porta, mas quando você bate nela, o narrador começa a questionar se você achou que iria ser fácil assim? E começa toda uma saga por essa simples conquista.
  • Jogas TSP após 5 anos sem jogar. Certamente a maioria engana o relógio do computador para conseguir essa conquista, mas se imagine daqui 5 anos, quais reflexões que o jogo lhe deu continuou? E quais mudaram?
  • Jogar TSP por a duração de uma terça feira inteira. Sim, uma terça feira. Creio que o motivo é apenas para ver o “fanatismo” com as conquistas ou com o TSP (e sim, eu tenho essa conquista).
  • Uma se chama “impossíble” aonde é a descrição e: é impossível pegar essa conquista. A mesa é dada de forma rara e aleatória, sempre mudando a condição a cada atualização. Claro, existe um modo de alterar o “impossível”.

Eu, de longe, sempre recomendei aos meus amigos e recomendo esse jogo agora à vocês. Postando ele aqui não por ter zerado ele, mas por ter rejogado e feito ele um “jogo perfeito” (pego 100% das conquistas dele ^^).

Se você se interessou nesse jogo, no site do mesmo (http://www.stanleyparable.com/) você consegue baixar um DEMO (demonstração, e não um demônio).

Anúncios

Publicado por

newtonwsl6

65% goiano, 31% mineiro e 4% paulista. Engenheiro mecânico recém formado pela UFU em plena crise política e economia brasileira. Nerd nível médio pegando grau em avançado, desenhista, leitor, gamer, cinéfilo e apaixonado por heróis (ou seria vilões?).

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s