1.10 – Tharsis

Aquele momento em que você compra um bundle (pacote) de jogos no site http://www.humblebundle.com, de olho em um jogo (Rust no caso), e descobre que existe outros jogos tão bons quanto. Hoje vou descrever minha experiência com Tharsis, começando por apresentar o trailer para vocês:

A proposta de Tharsis, jogo tipo roguelike / turno, é Continuar lendo 1.10 – Tharsis

1.09 – Borderlands The Pre Sequel

Responder o que surge ao se misturar um FPS com RPG pode ser complicado, mas na hora de exemplificar a primeira resposta que vem na minha mente é: BORDERLANDS (BL). Jogo de tiro com inúmeros elementos de RPG, focado em zoar, atirar, matar e lotear. The Pre Sequel é o terceiro jogo da franquia, o qual narra acontecimentos entre o primeiro e o segundo jogo, contando a história da ascensão de Handsome Jack (playboy, megalomaniaco e vilão do BL2). Continuar lendo 1.09 – Borderlands The Pre Sequel

1.07 Risk of Rain

Sabe aquele jogo em que você morre e perde tudo que conseguiu conquistar e ainda tem que começar tudo do zero? Então, rogue-like é o termo usado para esses tipos de jogo. E Risk of Rain é um baita de um rogue-like. Inicialmente você terá apenas um personagem para jogar, com 4 skills e muitas mortes por vir e com o tempo e sua progressão você vai liberando novos personagens com estilos de jogos únicos e divertidos. Já sobre o gameplay, no jogo Continuar lendo 1.07 Risk of Rain

1.06 Transistor

“When you speak I hear silence….”
We All Become One

Jogo da Super Giant Games (mesma produtora que Bastion), Transistor é um RPG em turnos de ação, se é que se pode classificar o jogo assim. Ao mesmo tempo em que The Process (o vilão do jogo) a persegue a protagonista Red (a moça linda da imagem acima que também é cantora), Red fica em posse de uma espada misteriosa com nome de “Transistor” que é a chave de todos os mistérios. O jogo combina ações em turnos com estrategias baseadas no poder do Transistor com Continuar lendo 1.06 Transistor

1.05 The Stanley Parable

Você acorda na sua sala aonde trabalha todo dia e inesperadamente não há ninguém visível no seu trabalho e uma voz começa a falar na sua cabeça. Uma voz, ou narrador, que começa a te questionar, te indicando aonde deve ir para resolver o problema. E aí entra a grande sacada de The Stanley Parable  (STP). Você pode obedecer cegamente ao narrador, e o mesmo irá ironizar a sua vida como um pau mandado que não sabe fazer nada que não seja mandado. Você pode não obedecer o narrador, e ele irá satirizar a sua vida, te mostrando que muito do que você pensa não é muito consistente.

Com esse obedecer e não obedecer, temos um “walker simulation” (simulador de andar) bem surpreendente e não linear, com mais de 18 finais distintos. Os finais podem Continuar lendo 1.05 The Stanley Parable

1.04 The Vanishing of Ethan Carter

Seu nome é Paul Prospero, detetive que somente é chamado quando a coisa tá preta! Você recebe uma carta te convidando para Red Creek Valley, local aonde o jogo se passar. No mais, o jogo é um walk simulator, com exploração, puzzles (não mais que uns 10) e admiração. O jogo começa avisando que não irá pegar na sua mão e te ensinar a jogar (vulgo: se vira, explore, descubra!) e é isso que faz dele uma excelente jornada. Observe o trailer:

Continuar lendo 1.04 The Vanishing of Ethan Carter

1.03 – To the MOON!

Em To the Moon, jogo com visual de RPG Maker da Free Bird Games, você controla dois personagens que trabalham para uma empresa um tanto quanto estranha. Sua função na empresa é fazer desejos acontecerem, mas não simples desejos e sim o ÚLTIMO DESEJO de uma pessoa em vida. E para o mesmo você utiliza de um acessório que viaja nas lembrança da pessoa, de tal modo que você possa alterar suas vidas (suas memórias, de modo a dar uma nova vida à elas). Continuar lendo 1.03 – To the MOON!